Imagem capa - Eu não consigo
De fotógrafo pra fotógrafo

Eu não consigo "Acontecer"

Basta desejar que as coisas aconteçam?

Quantas vezes já nos pegamos pensando que fulano ou ciclano "deu sorte no que faz"? Ou que as oportunidades só não acontecem pra nós?

Qual a nossa parcela na realização dos nossos sonhos e execução dos nossos trabalhos?

Por diversas vezes já ouvi pessoas falando que dei sorte na minha caminha da como empreendedor, mas quem acompanhou de perto esses 7 anos sabe bem o quanto de tempo, estudo e planejamento eu empreguei para que tudo acontecesse como planejei. E ainda assim, tive alguns contratempos no caminho...

Nem tudo saiu exatamente como eu planejei. Segundo meus planos iniciais, hoje era para eu estar milionário, mas tivemos fatores externos que não estavam previstos.

Várias vezes, jovens fotógrafos ou pessoas que estão começando a empreender chegam até mim e perguntam como foi minha caminhada. Eu sempre falo com o maior prazer dos prazeres de ser dono do meu negócio, mas uso mais empolgação ainda para falar das dificuldades que passei e ainda passo, pois não é fácil ser seu próprio patrão. Ainda mais no nosso Brasil e com uma economia tão complexa quanto a nossa.

Hoje, em especial, eu estava numa reunião com duas parceiras comerciais (uma cerimonialista e uma empresária de uma banda judaica) e comentávamos das dificuldades que temos nos nossos dia a dia. Tão diferentes mas tão semelhantes. E ainda temos que escutar: "Mas se você desejar, tudo dá certo!".

Bom, não que eu discorde que o otimismo e o emanamento de good vibes não ajude ou funcione, mas, uma coisa que nós precisamos saber desde o início é: se não fizermos nada, não acontece nada! Simples assim!

De uns tempos pra cá, tem surgido um livro de auto ajuda atrás do outro, cursos de conhecimento interpessoal mais diferente que o outro e todos eles falam, basicamente, a mesma coisa: coisa boa atrai coisa boa.

Sim. Pensamentos positivos são excelentes ao seu negócio e vão deixar seu ânimo sempre elevado, porém, a verdade é dura e eu já vivi isso na pele e vou compartilhar agora com você: pensamentos positivos e desejo de coisas boas não pagam suas contas!

É preciso que você se mexa e execute, faça acontecer! Ficar na teoria e desejo não vão fazer com que seus sonhos se materializem. É como desejar ganhar a Mega Sena da Virada sem nem sequer ter feito um jogo sequer!

Pra completar, vi esse quadrinho dUm Sábado Qualquer, do Carlos Ruas, que eu admiro muito, e vem de encontro a tudo que penso:



Nos meus Workshops para fotógrafos iniciantes bato muito nessa tecla: quer que aconteça? Faça acontecer!

Nós somos parte do todo e para que a máquina gire, precisamos escolher se seremos motor ou motorizados. 

Algumas pessoas funcionam melhor sendo motorizadas, se deixando levar. Seja com o ambiente, com o mercado, com as situações criadas... É o caso de fotógrafos que entram no mercado e buscam pegar as sobras dos filões ou nichos que estão ali, disponíveis. 

Ex.: "Opa! Fazer foto de newborn está na moda! Eu nunca fiz e não tenho jeito com criança, mas conheço um monte de gente que tem filho e vou oferecer e ganhar uma grana!"

Já outras pessoas funcionam melhor sendo o motor. Se reinventando a cada dia. Indo atrás dos seus sonhos. Buscando o seu espaço no mercado, criando seu nome, sua identidade. Se reinventando.

Desde o início, lá atrás, quando eu comecei a fotografar, era esse tipo de pessoa que eu queria ser! Queria deixar a minha marca. E trabalhei (e ainda trabalho para isso).

Ralei (e ainda ralo) muito. 

Foi muito planejamento. No início, foi uma vida dupla. Tinha que trabalhar de segunda a sexta em horário comercial e horas extras (e viagens) em uma grande empresa de telecom. Nos fins de semana os eventos para fotografar. Horas pra edição? Eu substituía algumas horas de sono e as dividia com alguns minutos dedicados a fazer meu comercial e marketing. Mas tudo bem planejado...

Planejei que jogaria aqueles 9 anos naquela empresa pra escanteio, pra me dedicar ao que me dava prazer.

Desejei, sim! Mas não fiquei esperando acontecer. Fui lá. Executei.

Escutei muitos falarem que eu era louco. Outros tantos falarem que tinham vontade de fazer o mesmo mas não tinham coragem... Enfim, eu não apenas desejei ou fiquei esperando acontecer. EU FIZ ACONTECER!

E, você? Está fazendo acontecer ou só está esperando que tudo se materialize?