Imagem capa - A importância do Ensaio Pre Wedding por Dantas Jr.
Falando de casamento

A importância do Ensaio Pre Wedding

Muitos casais chegam até mim com o objetivo de apenas fechar a cobertura fotográfica do dia. Dentre os serviços que eu ofereço está o ensaio Pre Wedding, que até pouco tempo atrás era chamado de e-Session (derivação de Engagement Session, ou sessão de noivado).


Certa vez, escutei de uma noiva: "Claro que você vai me oferecer um ensaio. Você vai ganhar mais, né?". Bom, não é bem assim!


O ensaio tem várias vantagens para o casal e para o fotógrafo. No final, todo mundo sai ganhando! E essa semana aconteceu algo que me motivou ainda mais a escrever este post sobre o assunto. Vou contar duas histórias:


No primeiro ensaio que eu estava fazendo, entre uma foto e outra, a noiva falou: "Nossa! Só assim para eu esquecer um pouco das coisas do casamento e relaxar um pouco! Dantas, tô tão a vontade que na hora do making of, nem vou ligar se você estiver clicando! Clica o que você quiser!". 


No dia seguinte, já com outro casal, enquanto a noiva foi a um banheiro retocar a maquiagem, fiquei conversando com o noivo e ele confidenciou: "Cara, acredita que nem lembro quando foi a última vez que eu e ela namoramos assim? É tanta correria nos preparativos que a gente não para mais para namorar! E como tá sendo bom olhar pra ela e namorar, beijar...".


Esse é o ponto! Muitas vezes, o Ensaio é vendido apenas como uma sessão de fotos para o casal utilizar as imagens nos porta retratos da decoração, no site ou até mesmo no Save the Date, mas não é só isso! Ele é uma maneira de aproximar os noivos ao seu fotógrafo, entender o estilo de fotografia na prática, evitando o desconforto ou a falta de intimidade que muitas vezes acontece no dia. Principalmente com aqueles noivos que não tem muita familiaridade com a câmera e que a timidez toma conta. E, o principal, pra mim, Dantas Jr., o ensaio tem que ser um dia de namoro! Um dia pro casal se curtir, desligar de tudo e se curtir. É pra dar beijo, abraçar, brincar...


No início pode não ser tão simples, mas se o casal desligar das câmeras e focar um no outro, com certeza, isso se torna explícito.


Para isso, eu tenho algumas regras para fazer os meus ensaios:


1. Converso muito com o casal antes. Tento conhecer mais sobre eles, saber as preferências, histórias. O que tem a ver com cada um. Assim, não vamos pra praia com alguém que deteste areia, por exemplo.


2. Sugiro. Eu sou o responsável pelo material a ser entregue. Tenho a obrigação de sugerir coisas. Até mesmo de falar o que pode e não pode ser feito. Muito embora acredito que tudo pode ser feito...rs


3. Menos é mais. Sei que a tentação de colocar acessórios no ensaio é grande. Criou-se uma "obrigatoriedade" de utilizar coisinhas nos ensaios que quase se tornou uma regra. Letras, bichinhos, balões... Não vou negar que eu já fiz muitos ensaios com coisas assim. Mas, hoje eu sempre pergunto: "O que isso tem a ver com vocês? É só porque fica 'bonitinho'? Só porque você viu uma foto?". A gente até pode fazer, mas é MUITO MAIS LEGAL você ter um material SEU. Algo original e não copiado de uma foto que você viu aí. Sem contar que um ensaio mostrando quem vocês são realmente, fazendo coisas que fazem e em lugares que tenham a ver com o casal se torna muito mais gostoso para os noivos e mais fácil na identificação de quem vê as fotos.


4. Criar o clima. Cada casal é diferente. Uns entram mais fácil no clima e se entregam. Outros, precisam de estímulos. O local, uma música... É preciso trazer os casais para dentro da cena e do clima que será passado nas fotos.


5. Nada de personagens. A não ser que a proposta do ensaio seja mostrar personagens, num clima editorial, o que deve ser visto nas imagens são os casais na sua essência. Então, aquela história: se você não gosta de areia  e nem vai à praia por que fazer um ensaio na praia? Coloco elementos que tenham a ver com o casal e com a história deles nas fotos. Eles, mais do que ninguém, tem que se identificar quando virem o resultado.


6. Nem tudo é só beijo! É um ensaio de casal. Tem romance, mas não precisamos só fazer fotos de beijo, né? Existem outras formas de carinhos e carícias. Olhares, abraços, toques... Tudo é permitido.


7. Posar se fazer pose. É notório que as fotos que você mais curte são as naturais e espontâneas. Sempre! Por que isso? Simples! Porque ali, você está sendo você. Quando você posa, você congela ou cria uma personagem. Mas quando está sendo fotografado de maneira espontânea, isso faz diferença. Você captura o momento. Esses momentos costumam ser os mais legais de um ensaio. Os casais se identificam ao se ver sem máscaras. Sem contar que, a não ser que você seja modelo, cada pessoa sabe fazer, no máximo, umas 3 poses e caras diferentes para foto. Como são um casal, cada um faz 3 poses e caras e numa análise combinatória temos um ensaio? Não é bem assim, né? rs


Isso tudo faz a diferença quando você pensar em fazer o seu ensaio. Sei que não é fácil... Eu mesmo, fui fotografado recentemente pelo meu amigo Rafael Bigarelli e, mesmo colocando em prática tudo isso, tive meus momentos de trava. Mas confiei no fotógrafo e me deixei entregar com minha esposa. E foi bom!


Hoje, tenho noivos que chegam a mim e já falam: "Vamos fazer aquelas fotos diferentes, né?". Eles topam as minhas loucuras e sugestões, mas não faço nada além de seguir o estilo de cada um!





Quer ver mais ensaios e ter inspiração? Passe na seção Session aqui do site e depois peça seu orçamento!